Chikago's Realm

O local que o velho Chikago coloca todas suas coisas

Tábula Rasa – Diário de Criação 11

Bem Vindos à mais um Diário de Criação do RPG Tábula Rasa! Hoje vamos falar de Perigos, Problemas e Ameaças!

 

Todo RPG possui perigos para os Jogadores, através de seus personagens resolverem. Podem ser inimigos, puzzles, enigmas, dificuldades, armadilhas e até situações sociais. Tábula Rasa não é diferente neste ponto. A diferença é COMO tratamos estas “Situações de Risco”!

Perigos, Problemas e Ameaças

Quando um Clone encontra-se face-a-face com o risco de se machucar, estressar, receber ferimentos, ele está enfrentando um Perigo. Um Perigo é algo imediato, que o Clone precisa lidar neste momento. O “Perigo” é algo genérico, podendo ser uma criatura, um caminho perigoso, uma armadilha. Mas é algo que precisa ser sobrepujado no momento. Cruzar um desfiladeiro mortífero só é um perigo quando o Clone precisa cruza-lo.

.

Problemas são situações que não ameaçam a existência dos Clones diretamente, mas indiretamente. Um problema não fere, mas abre espaço para que coisas ruins aconteçam, removendo recursos, ou criando complicações para ações dos Clones.

.

Uma Ameaça são situações que antecedem Perigos e Problemas. As ameaças são o modo do Mestre do Jogo avançar problemas e perigos “Fora da cena” até que os Clones sejam atingidos por ela, ou consigam resolvê-la.

.

Exemplo de Perigos:

Um desfiladeiro íngreme que os Clones precisam cruzar;

Uma Criatura defendendo seu ninho da invasão dos Clones;

Um ataque de criaturas ao Berço;

Uma armadilha em uma ruína que os Clones estejam explorando.

.

Exemplo de Problemas:

O ISSxpress dá defeito, estragando 50% dos Suprimentos do Berço;

Um incêndio atinge uma área, acabando com os materiais (fauna e flora) naquela região;

O sistema de Suporte de vida do Berço dá defeito, não recarregando os filtros de O2 dos EGOs;

O sistema operacional apaga toda pesquisa sobre um assunto.

.

Exemplo de Ameaças:

Uma tempestade elétrica se aproxima;

Um grupo de nativos descobre a existência dos Clones;

Um vírus é ativado no sistema operacional do berço;

Olhando os exemplos acima, podemos ver bem a diferença entre os 3 tipos. Agora vamos falar de como criar e resolver tudo isso.

.

Perigos e Problemas possuem 5 Características. Descrição, Nome, Capacidades, Sobrepujando e Conclusão.

Descrição: É a descrição do Problema ou Perigo. Como ela é visualmente, que barulhos ela faz, como ela se apresenta, qual o cheiro que ela exala (lembre-se que os Clones usam filtros de O2, assim eles sentem os cheiros, mesmo abafados). O MJ dá a descrição quando os Clones se encontram com ele pela primeira vez.

Um nome: Cada perigo ou problema possui um nome e uma descrição. Normalmente quem as nomeará são os próprios Clones, uma vez que a ameaça não vai se apresentar “Oi, eu sou o Monstro BWEERJ CAPISHOPT”. Quase todas as vezes os Clones que irão nomear baseadas em sua Descrição.

Capacidades: São coisas que são intrínsecas ao Problema ou Perigo. São habilidades específicas, que mudam a Dinâmica de como ela é tratada. Um Perigo pode ter como capacidade “Toque Ácido: Quando tocada, ou atacada corpo-a-corpo, causa 3 de dano por ácido.” ou “Ágil: ganha +1d4 em Iniciativa e na sua Dificuldade para ser acertada”.

Sobrepujando: Isso dependerá da intenção dos Clones. Se querem matar uma criatura eles podem querer atirar nela até não sobrar muita coisa. De outra forma eles podem tentar capturar a Criatura. Ou até tentar domesticá-la (boa sorte). Cada modo de vencer é um teste diferente que eles precisam passar. Esta característica é mais complicada pois se divide em vários aspectos, incluindo testes usados e dificuldades.

Conclusão: O que acontece após o Perigo ou Problema ser vencido. Algumas simplesmente são removidas da cena. Outras podem trazer espólios, ou causar eventos.

.

Ameaças, por sua vez consistem em coisas que irão acontecer passo a passo, chegando a um fim. Se os Clones interferirem nestes passos, eles podem mudar a Ameaça, liquidando ela ou até a piorando.

Uma Ameaça possui 6 Características: Descrição, Nome, Objetivo, Etapas, Situações e Conclusão.

Descrição e Nome segue igual aos Problemas e Perigos.

Objetivo é o que a ameaça pretende. É o que vai guiar o MJ quando os Clones interferirem nas etapas e situações. Perceba que colocamos “pretende” não como se a Ameaça fosse senciente, algumas ameaças seguem instintos, outras são apenas forças da natureza.

Etapas é os passos que a Ameaça vai alcançando para atingir seu objetivo. Cada Etapa possui um marco que quando atingido, passa-se para a próxima Etapa.

Situações é o que acontece em determinada etapa. Pode ser um perigo, um problema ou um Evento.

Conclusão é o quando acabam todas as etapas. O que acontece quando a Ameaça se concretiza.

.

Assim chegamos ao fim de mais um Diário de Criação! O que está descrito acima são idéias, e ainda há mais para falar sobre. O jogo tem várias ameaças esperando seus Clones.

-Chikago, vendo a Ameaça do fim do mês chegando a uma conclusão.

Categories: RPG, Tabula Rasa

Written by chikago

Nascido em 22/04/77, amado e criado por seus pais, avacalhado e presenteado com ótimos amigos, Jogador e Mestre de Rpg, Formado em Administração: Comex, separado, trabalha como assistente de DP nas horas comerciais, podcaster, escritor, game designer e sei la mais o que nas horas vagas e pai de um garoto maravilhoso.